Última hora

Última hora

Belgas homenageiam vítimas do tiroteio

Em leitura:

Belgas homenageiam vítimas do tiroteio

Tamanho do texto Aa Aa

Decorreu esta sexta-feira a primeira cerimónia fúnebre das vítimas do tiroteio desencadeado por Nordine Amrani, que no dia 15 matou cinco pessoas e feriu mais de 120 na cidade de Liége.

Segundo os rituais islâmicos Mehdi Natan de 15 anos foi sepultado depois das orações do dia.

O jovem era filho de pai tunisino e mãe belga.

“Porque é que ele fez isto. Há 3 ou 4 dias que tento entender. Não vejo televisão nem ouço rádio. Já nada me interessa. Quero que a justiça me diga porque é que ele tinha armas. Não Consigo perceber, e faço muitas perguntas a mim mesmo”, disse desesperado o pai do jovem morto.

Para este sábado está prevista uma “concentração em branco” na praça Saint-Lambert de homenagem às vítimas, mas existem receios de que haja ligações da iniciativa à extrema-direita.

A homenagem oficial, uma marcha silenciosa, está agendada para a próxima terça-feira no mesmo local com a presença do primeiro-ministro Elio di Rupo.