Última hora

Última hora

Russia é admitida na OMC

Em leitura:

Russia é admitida na OMC

Tamanho do texto Aa Aa

As negociações duraram 18 anos e duas décadas após o colapso da União Soviética, a Rússia consegue finalmente a admissão na OMC, Organização Mundial do Comércio.

A adesão da economia de quase 1,5 milhões de milhões de euros, até agora a maior de fora da OMC, vai impulsionar as trocas comerciais e dessa forma diminuir a dependência da exportação energética.

O novo estatuto vai mudar alguns hábitos prejudiciais a uma economia de mercado, como constata o analista Ivan Tchakarov. “A Rússia vai importar regras e regulamentos que melhoram os negócios de uma forma geral, que vão debelar alguns dos problemas ligados à corrupção e proteger mais os pequenos acionistas. E estas são algumas das queixas que geralmente se ouve da Rússia”, diz.

Os consumidores do setor automóvel, por exemplo vão uns dos grandes beneficiados. Os compradores deverão beneficiar de uma redução de 10% no preço dos carros importados.

De acordo com o Banco Mundial, o crescimento económico na Rússia pode ascender aos 11 % a longo prazo.