Última hora

Última hora

Último comboio militar americano deixa o Iraque

Em leitura:

Último comboio militar americano deixa o Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

O último comboio militar norte-americano deixou o Iraque este domingo. Ao cruzar a fronteira com o Kuwait, os soldados deixaram para trás nove anos de guerra. No conflito morreram 4500 elementos do exército dos Estados Unidos e dezenas de milhares de iraquianos.

Vão permanecer no Iraque apenas 157 soldados norte-americanos, responsáveis por treinar as forças iraquianas, e um contingente de Marines para proteger a embaixada de Bagdad.

Alguns residentes da cidade de Basra saudaram a retirada dos norte-americanos. “Na verdade, as forças norte-americanas causaram imensos problemas e dificuldades ao país e deixaram apenas más memórias nesta terra”, afirmou Haider Ismael. “É um dia vitorioso para o povo iraquiano, porque estávamos à espera deste momento histórico. Graças a Deus, livrámo-nos dos americanos. Se Deus quiser, nós, iraquianos, vamos melhorar a situação”, disse Jabbar Karim.

Agora, serão os 900 mil elementos das forças iraquianas a garantir a segurança do país, ameaçada pelos insurgentes, especialmente a Al-Qaeda.