Última hora

Última hora

Itália: greve dos funcionários públicos contra o orçamento de Mario Monti

Em leitura:

Itália: greve dos funcionários públicos contra o orçamento de Mario Monti

Tamanho do texto Aa Aa

Os funcionários públicos italianos manifestam hoje, em frente ao parlamento italiano, contra o orçamento que consideram injusto para trabalhores e reformados. Bem como a alteração do artigo 18, do código do trabalho, que até agora resguarda o trabalhador do despedimento fácil.

“ O salário está bloqueado. É como se o tivessem cortado, porque aumenta o custo de vida e acarreta novos impostos: cai-nos tudo em cima”, diz.

O orçamento de 33 mil milhões de euros prevê o corte da despesa pública, aumento de impostos e revisão de pensões.

“O governo atingiu fortemente os pobres, diz o sindicalista italiano Raffaele Bonanni, enquanto poupou os privilegiados, os grandes, toda a classe rica e, por isso, é algo contra a ordem natural das coisas ou seja ir primeiro aos ricos e só depois os pobres.”

Mas, para a equipa de Mario Monti, eleito há pouco mais de um mês, este orçamento é vital para pôr as contas de Roma em ordem e salvar o colapso do euro. Espera-se a sua aprovação até ao final desta semana, ainda antes do Natal.