Última hora

Última hora

Reino Unido reforma sistema bancário para salvaguardar depósitos

Em leitura:

Reino Unido reforma sistema bancário para salvaguardar depósitos

Tamanho do texto Aa Aa

O governo britânico aprovou uma reforma do sistema bancário, para tentar salvaguardar os depósitos dos particulares em caso de crise financeira grave.

O novo sistema britânico promete ir ainda mais longe do que o de outros países da Europa. O modelo consiste em separar as atividades de retalho das de investimento, que comportam riscos.

O ministro britânico das Finanças, George Osborne, explicou, no parlamento: “é importante saber que isto não vai impedir os bancos de falirem, mas no caso de se encontrarem em dificuldades, os elementos do sistema bancário que são vitais para as famílias, os negócios e toda a economia podem continuar sem afetarem os contribuintes”.

Obviamente que a reforma não agrada aos bancos que invocam que chega no pior momento, em plena crise da dívida da zona euro, e mesmo o presidente da câmara de Londres, Boris Johnson, emite algumas reservas:

“É preciso reequilibrar a economia britânica, mas sem matar a galinha dos ovos do sistema financeiro, sobrecarregando as pessoas que têm rendimentos modestos, mas que dependem dos serviços financeiros”.

Como forma de pressão, alguns bancos têm ameaçado deslocalizar a atividade para outros países. O governo promete que a reforma entrará em vigor antes do fim da legislatura em 2015, mas os bancos solicitam que seja adiada para 2019.

A Comissão Europeia diz estar atenta à formula britânica, indicando que ela poderá interessar a toda a União.