Última hora

Última hora

Bélgica: Greve de maquinistas paralisa país

Em leitura:

Bélgica: Greve de maquinistas paralisa país

Tamanho do texto Aa Aa

Esta quarta-feira é dia de greve-geral na Bélgica. Um pouco por todo o país, as repartições públicas estão encerradas. O setor dos transportes é um dos mais afetados.

A greve apanhou algumas pessoas de surpresa, como este turista sueco que espera um comboio…

A greve de 24 horas dos maquinistas estava marcada para as 20 horas mas muitos pararam as locomotivas mais cedo, apanhando de surpresa os que dependem dos transportes públicos para irem para os empregos.

“Compreendemos perfeitamente as razões da greve, que são legítimas. No entanto penso que nós os utilizadores somos muitas vezes prejudicados, por isso é difícil ficarmos reféns desta maneira,” evidencia um passageiro.

Em França os profissionais de segurança dos aeroportos estão há quatro dias em greve. Em alguns foram contratados seguranças privados e o governo francês avisou já que se a greve continuar, os polícias serão chamados a ajudar os passageiros a passar na segurança dos aeroportos.

“Não podemos permitir uma situação onde os franceses sejam impedidos de se juntar às suas famílias”, garantiu o ministro francês dos transportes, Thierry Mariani.

Enquanto uns lutam para conseguir melhores salários e condições de trabalho, outros desesperam a tentar chegar a casa para aproveitarem a época natalícia.