Última hora

Última hora

Egito: cidadãos regressam às mesas de voto depois da violência

Em leitura:

Egito: cidadãos regressam às mesas de voto depois da violência

Tamanho do texto Aa Aa

Algumas províncias do Egito regressaram esta quarta-feira às urnas, no âmbito das eleições parlamentares que decorrem até ao dia 11 de Janeiro.

Nos últimos 5 dias o Cairo tem sido palco de atos de violência que lançaram uma cortina de fumo sobre a transição do país para a democracia e foram alvo da repreensão dos Estados Unidos.

Estas imagens chocaram o mundo e levantaram uma enorme discussão sobre a discriminação sexual que impera na sociedade egípcia.

Uma das ativistas, num vídeo colocado no YouTube refere que estes ataques têm sido planeados.

“ Assim que saí do parlamento um oficial ameaçou-me de morte e disse-me que estava debaixo de olho, que não me iria deixar em paz”.

Ontem perto de 2 mil mulheres protestaram, na praça Tahrir, contra os últimos episódios.

A Human Rights Watch pede a total cooperação entre as autoridades judiciais e as forças militares. Uma ação conjunta que pode ser o remédio para todos os manifestantes, dizem.