Última hora

Última hora

França: governo ameaça usar polícias para contrariar greve nos aeroportos

Em leitura:

França: governo ameaça usar polícias para contrariar greve nos aeroportos

Tamanho do texto Aa Aa

Em França, mantêm-se o braço de ferro entre o governo e os agentes de segurança aeroportuária. A greve que perturba há cinco dias alguns dos aeroportos mais movimentados do país foi reconduzida para esta quarta-feira.

O executivo francês declarou-se disposto a mobilizar 400 polícias para substituir os grevistas se a situação não melhorar com a aproximação do fim de semana do Natal.

As queixas multiplicam-se entre os passageiros, confrontados com voos atrasados ou mesmo cancelados.

No aeroporto de Roissy, um homem afirma que “sobretudo para alguém que viaja muito, é um grande incómodo” e sublinha que apenas quer “chegar a casa para ver a família”.

Outra passageira diz que “não percebe” estes protestos que “acontecem sempre na época das férias”.

Graças à mobilização de pessoal adicional, o aeroporto de Lyon conseguiu assegurar esta terça-feira todas as partidas, mas vários terminais de Roissy e Toulouse registaram ainda importantes atrasos.