Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

close share panel

Share this article

Twitter Facebook

Nesta edição do The Network, acompanhamos a luta contra as alterações climáticas. Estaremos a caminho de um desastre global?

O alarme soou durante as negociações climáticas em Durban. Cientistas, políticos e organizações não govermentais, foram consensuais ao declarar que o mundo tem de agir rapidamente. Caso contrário, as consequências serão catastróficas, entre o desaparecimento de glaciares, secas, tempestades, e a subida do nível das águas que poderá desalojar dezenas de milhões de pessoas.

Os três países com mais emissões de CO2, os Estados Unidos, a Índia e a China, estão a ser pressionados pelos países em vias de desenvolvimento a quebrar o bloqueio. As maratonas negociais resultaram onde Quioto falhou: num compromisso entre os grandes poluidores para um acordo global sobre a redução de gases com efeito de estufa.

Trata-se de um longo processo. As conversações prosseguem até 2015, para obter resultados concretos em 2020. E nessa altura, saberemos se se perdeu demasiado tempo, restando apenas gerir os efeitos de um colapso climático.

Nesta edição do The Network, contamos com a participação de Samantha Smith, que liderou a delegação do Fundo Mundial para a Natureza, em Durban; de Jacqueline McGlade, diretora-executiva da Agência Europeia do Ambiente; e de Sir Graham Watson, presidente do Partido Europeu Liberal Democrata.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre