Última hora

Última hora

Russos exigem novas eleições

Em leitura:

Russos exigem novas eleições

Tamanho do texto Aa Aa

Este sábado, espera-se, em Moscovo, uma manifestação de 100 a 200 mil pessoas, pedindo a repetição das eleições legislativas russas.

Tal como há duas semanas, estão a ser usados todos os meios de mobilização. Na internet circula um apelo, já subscrito por mais de 40 mil pessoas, exortando à participação no protesto.

Um bloguer diz que tem as contas da fraude:

“Agora, nós já estamos a ver as contas e as observações independentes. A Rússia Unida recolheu 30 a 35 por cento dos votos, em Moscovo. Não obstante, foram-lhe adicionados mais 10 a 15 por cento. Por isto, nós exijimos uma re-eleição”.

Nas ruas, as pessoas não acreditam em mudanças a curto prazo. Mas este movimento pode mudar muita coisa, no futuro. Para já, é apenas o exercício de um direito:

“As pessoas têm o direito, de acordo com a Constituição, de falar para fora, dizerem o que querem dizer, o que pensam”, diz um moscovita.

Um mulher acha que tudo isto será importante, para o futuro:

“Eu penso que isto influenciará a consciência de muita gente. Eu acredito que as manifestações têm um objectivo particular. Conduzirão a mudanças, mas não imediatamente. Eu duvido que a manifestação mude alguma coisa, neste momento, mas, no futuro, conduzirá a grandes mudanças”.

Na internet passam videos, onde personalidades da cultura, das artes e do jornalismo apelam à participação dos cidadãos, na manifestação. Um deles, pode ser Mickail Gorbatchev, se a saúde lho permitir.

Os resultados podem ser nulos, no imediato. Mas em Março, há eleições presidenciais na Rússia.