Última hora

Última hora

China quer exportar mais 15 por cento

Em leitura:

China quer exportar mais 15 por cento

Tamanho do texto Aa Aa

A China tem as contas bem feitas e diz que precisa de fazer crescer o setor exportador em 15 por cento, incluindo o militar.

Os cálculos são do Ministério do Comércio que explica as dificuldades de conseguir esse comportamento.

O investimentio está em período de arrefecimmento, porque a procura interna está a subir.

Por isso, Pequim procura outros parceiros que tragam, sobretudo, dinheiro para investir na indústria.

E esse parceiro pode ser da região do Pacífico. O primeiro-ministro japonês está de porta abertas:

“O crescimento da China oferece oportunidades para o Japão e para o resto do mundo. Mas laços mais fortes entre as duas nações são essenciais para resolver problemas, regionais e globais”.

Tóquio quer também uma melhoria das relações políticas, entre as duas maiores potências da Ásia.

Os analistas dizem que a China cometeu alguns excessos de confiaça e deixou crescer a despesa do investimento.

Uma questão crucial porque, uma eventual queda do setor exportador pode atingir os 80 milhões de chineses que trabalham nas indústrias exportadoras.

Mas o Japão tem outras alternativas, para o seu excesso de liquidez. A Indía é um sério candidato. O Primeiro-Ministro nipónico esteve esta segunda-feora em Nova Delhi, para negociar um reforço do investimento japonês.