Última hora

Última hora

Tribunal egípcio proíbe testes de virgindade

Em leitura:

Tribunal egípcio proíbe testes de virgindade

Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal egípcio proibiu a realização de testes de virgindade a mulheres detidas. Os testes eram impostos, nos últimos meses, a manifestantes presas durante os protestos.

No exterior do tribunal, uma mulher demonstra o seu

apoio a Samira Ibrahim, uma jovem detida durante manifestações na capital e a responsável pela denúncia.

“Ninguém pode aceitar ser sujeito a tal tratamento. Isto é uma espécie de violação, de tortura usada para pressionar a revolução e as mulheres, para que não falemos, para que não continuemos a pedir mais mudanças. Mas estamos aqui pelo problema da Samira e por tantos outros”, afirma Maheenour Albadrawy.

Num vídeo, na Internet, a jovem fala de como ela e outras mulheres foram espancadas e sujeitas a choques elétricos numa esquadra.

Mas o chefe da justiça militar, já disse que esta decisão do tribunal não é aplicável porque este tipo de exames não são autorizados.