Última hora

Última hora

Exilados norte-coreanos pedem democracia em dia de luto

Em leitura:

Exilados norte-coreanos pedem democracia em dia de luto

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Norte vive um luto dramático, mas a apenas três quilómetros da fronteira, em Paju, na Coreia do Sul, houve uma manifestação radicalmente oposta.
 
Um grupo de exilados norte-coreanos lançou dez balões em protesto contra o regime militar vizinho, denunciando a imposição de um extremo isolamento e pobreza.
 
Um dos manifestantes afirma que “aquela população vive, há 66 anos, numa escravidão ditada por Kim Il-Sung e Kim Jong-Il. E agora”, pergunta este refugiado, “como é possível manter o mesmo sistema sob a liderança de Kim Jong-Un, que é apenas uma criança?”
 
Os manifestantes dizem recear um agravamento da mão de ferro no norte da península, como forma de afirmação de um jovem governante inexperiente.