Última hora

Última hora

Milhares de sírios recebem observadores em Homs com manifestação contra o regime

Em leitura:

Milhares de sírios recebem observadores em Homs com manifestação contra o regime

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de sírios aproveitaram a visita dos observadores da Liga Árabe a Homs para “denunciar os crimes do regime” de Bashar al-Assad.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, cerca de 70 mil pessoas manifestaram-se em vários pontos da cidade, bastião da revolta contra o poder e palco de intensos bombardeamentos nos últimos dias.

Vídeos divulgados na internet mostram a missão de observadores em vários pontos da cidade. A atribuição da liderança da missão ao general sudanês Mustafa al-Dabi é criticada por ativistas sírios, que consideram improvável que os observadores recomendem ações fortes contra al-Assad.

Os opositores sírios acusam o regime de tentar instrumentalizar a missão da Liga Árabe e sublinham a retirada de blindados de Homs antes da chegada dos observadores.

A repressão, que fez cinco mil mortos em nove meses segundo a ONU, fez mais de cinquenta vítimas mortais desde o início da semana, a maioria na região de Homs.

Os Estados Unidos acusam Damasco de aumentar a repressão antes da chegada dos observadores e aconselharam à missão da Liga Árabe “audácia nas suas pesquisas”.

O regime de al-Assad, que acusa “grupos terroristas apoiados por forças estrangeiras” de motivarem a violência no país, mostrou ontem imagens de armas supostamente confiscadas a rebeldes na cidade de Ar Raqqa.