Última hora

Última hora

Genro do rei de Espanha constituído arguido

Em leitura:

Genro do rei de Espanha constituído arguido

Tamanho do texto Aa Aa

O genro do Rei de Espanha foi constituído arguido por suspeita dos crimes de falsificação de documentos, desfalque de dinheiros públicos, fraude à Administração e prevaricação. Iñaki Urdangarin foi convocado para uma inquirição no tribunal de Palma de Maiorca no dia 6 de fevereiro, pelo juiz José Castro.

O Duque de Palma está envolvido num caso que diz respeito às atividade do Instituto Nóos, uma entidade sem fins lucrativos, criada pelo próprio e à qual presidiu entre 2004 e 2006. A investigação considera que Urdangarin e o sócio, Diego Castro, utilizaram a instituição para desviar fundos em proveito próprio.

O arguido declara-se inocente. O marido da infanta Cristina tem-se mantido silencioso sobre o caso mas emitiu um pedido de desculpa público pelos embaraços causados à família real.