Última hora

Última hora

Turquia: partido no poder apresenta desculpas por ataque contra civis

Em leitura:

Turquia: partido no poder apresenta desculpas por ataque contra civis

Tamanho do texto Aa Aa

A ataque ocorrido na noite de quarta-feira provocou pelo menos 35 mortos.

Segundo funcionários locais, os aviões não tripulados da força aérea turca atacaram um grupo de habitantes da localidade turca de Ortasu, que estariam a fazer contrabando na fronteira com o Iraque. Muitas das vítimas são jovens, com cerca de 20 anos de idade.

Os militares afirmam que o alvo da operação eram separatistas curdos do PKK que estariam a infiltrar-se na Turquia.

Esta quinta-feira, os militares turcos tornaram públicas imagens recentes de operações contra extremistas curdos no sudeste do país.

As imagens referem-se a uma operação iniciada a 10 de dezembro que durou 13 dias.

O partido BDP, principal formação política pró-curda, denunciou o ataque como um “massacre” tendo organizado uma manifestação que reuniu mais de duas mil pessoas em Istambul.

O partido dos trabalhadores curdos, PKK, é considerado internacionalmente como uma organização terrorista e está proibido na Turquia.