Última hora

Última hora

Espanha corta mais na despesa pública

Em leitura:

Espanha corta mais na despesa pública

Tamanho do texto Aa Aa

O novo governo espanhol anunciou, esta sexta-feira, um programa de cortes na despesa pública, da ordem dos 8.9 mil milhões de euros.

Esta medida de contração do investimento público tem o objectivo imediato de reduzir o défice orçamental.

Em conferência de imprensa, a vice-Primeira-Ministra, Soraia Saenz de Santamaria, justificou esta medida drástica, com a derrapagem das contas públicas:

“Estamos com um valor do défice das contas públicas muito mais elevado do que havia dito e confirmado o governo anterior”.

A Espanha vai apertar ainda mais o cinto em 2012. O défice pode chegar aos 8 por cento.

Esta quebra no investimento público vai causar retração no investimento privado e, consequentemente, fazer aumentar o desemprego que já tem uma taxa da ordem dos 20 por cento.

Por essa razão, os sindicatos contestam esta medida, porque, como diz o dirigente da UGT, Júlio Lacuerda, o desemorego também tem custos:

“Se esta nova medida que agora foi anunciada for em frente, pode criar um significativo aumento do desemprego e isso também é dinheiro”.

O Primeiro-Ministro já tinha anunciado uma redução de 16.5 mil milhões do euros, no Orçamento para 2012, visando, sobretudo, as administrações públicas.