Última hora

Última hora

Protestos contra ataque aéreo turco a civis

Em leitura:

Protestos contra ataque aéreo turco a civis

Tamanho do texto Aa Aa

Uma multidão enfurecida percorreu as ruas de Istambul para protestar contra a morte de pelo menos 35 civis curdos, vítimas de um ataque errado da força aérea da Turquia, no leste do país.

Os protestos degeneraram em confrontos com as forças da ordem. A polícia utilizou gás lacrimogéneo e canhões de água. Maior expressão tiveram os protestos em Dyabarkir.

O partido no poder, o AKP lamentou o sucedido. Huseyin Celik, membro do partido, garante que os autores do erro serão responsabilizados. “A Turquia é um Estado de direito. Se há um erro ou um falhanço todos podem estar certos de que os responsáveis serão levados à justiça. As autoridades vão investigar e tudo será feito para clarificar o que se passou”, referiu.

A força aérea lançou ataques na zona fronteiriça com o Iraque julgando ter na mira separatistas curdos do PKK. Mas afinal eram jovens curdos, todos com menos de 30 anos, que estariam a contrabandear gasolina e tabaco.