Última hora

Última hora

PM turco promete inquérito sobre ataque aéreo

Em leitura:

PM turco promete inquérito sobre ataque aéreo

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar do governo turco já ter admitido o erro, pelo segundo dia consecutivo manifestantes desceram às ruas para gritarem palavras de ordem contra o executivo.

O primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan prometeu uma investigação completa classificando o ataque de quarta-feira como um erro operacional.

“Esta operação relaciona-se diretamente com o problema dos curdos. Se não conseguirmos acabar com este problema, prevejo mais situações idênticas. Esta situação pode ser uma oportunidade para resolvermos esta questão”, afirmou um manifestante turco que participou numa marcha pró-curda em Istambul.

Mas se aqui os protestos decorreram pacificamente, o mesmo não aconteceu na província de Hakkari, no sudeste do país, onde polícia e manifestantes envolveram-se em confrontos.

O principal partido pró-curdo acusa o governo de ter cometido um crime contra a Humanidade.

O ataque militar vitimou 35 jovens de uma aldeia da região que foram confundidos com extremistas do PKK.

Tratou-se do maior massacre de civis desde o início da rebelião curda em meados dos anos 80.