Última hora

Última hora

Analista grego: "2012 vai ser um ano para esquecer"

Em leitura:

Analista grego: "2012 vai ser um ano para esquecer"

Tamanho do texto Aa Aa

Foi com os sem-abrigo que o chefe de governo grego decidiu passar o primeiro dia de 2012.

Lucas Papademos visitou um centro de acolhimento em Atenas no arranque de um ano que se adivinha difícil.

O chefe de governo já disse que o primeiro trimestre vai ser determinante para que a Grécia se mantenha na zona euro.

Os analistas vão mais longe:

“Penso que 2012 vai ser um ano para esquecer.

Desde logo, creio que vai haver dificuldades em negociar o memorando assinado com vista a um novo empréstimo e a convencer os investidores privados a não se desfazerem da dívida grega. Penso que vai ser difícil tal como as medidas que acompanham o memorando. Vai ser doloroso para o povo grego” refere Vagggelis Agapitos.

Em 2012, economia grega deverá contrair pelo quinto ano consecutivo e a taxa de desemprego poderá bater novos recordes.

Previsões, que ficam à porta dos gregos no primeiro dia do ano, o mais importante da quadra natalícia.