Última hora

Última hora

Síria: Parlamento Árabe pede retirada dos observadores

Em leitura:

Síria: Parlamento Árabe pede retirada dos observadores

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar da presença dos observadores da Liga Árabe, o fim de ano foi sangrento na Síria.

No domingo, oito pessoas foram mortas quando as forças de segurança abriram fogo sobre os manifestantes, em Deria, nos subúrbios de Damasco.

O parlamento árabe pediu a retirada imediata dos observadores, uma vez que o regime continua a matar civis inocentes. Para este organismo que representa todos os estados da Liga Árabe, o comportamento do governo de Damasco é uma violação clara do protocolo que prevê a proteção do povo sírio.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos, que contabiliza as vítimas desde o início da revolta, referiu que a primeira vítima civil de 2012 foi uma criança de sete anos, morta a tiro na cidade de Hama.

Os protestos prosseguem por todo o país, apesar da repressão e da perda de vidas todos os dias.