Última hora

Última hora

Ilhas sino-japonesas da discórdia

Em leitura:

Ilhas sino-japonesas da discórdia

Tamanho do texto Aa Aa

A guerra sino-japonesa por um arquipélago no Mar da China oriental conhece um novo episódio. Desta vez, um grupo de políticos japoneses pernoitou na noite da passagem de ano , nas ilhas disputadas no mar da China controladas por Tóquio, desde 1879.

As ilhas estão localizadas entre Okinawa e Taiwan

Na verdade, o arquipélago Senkaku, em japonês, também se chama Diaoyu, em chinês.

A guarda costeira chegou a parar o grupo, que disse andar à pesca, apenas. Mas, depois da detenção um deles explicou: “ Para a minha região Ishigaki, e para todo o Japão, era importante começar o ano novo a chamar a atenção para as ilhas SenKaku”.

O diferendo, aparentemnte calmo neste último ano, pode reacender-se de um momento para o utro, já que a região é rica em minério e pescado, petróleo e importante para o limite das águas terriotriais.

O porta-voz do ministério chinês dos Negócios Estrangeiros reiterou que “As ilhas Diaoyu são parte integrante da China desde tempos remotos e a China tem uma soberania indiscutível sobre elas.”

Os protestos dos nacionalistas chineses já se ouvem nos portos de Hong Komg e Taiwan, onde se prepararm barcos para navegar até às ilhas da discórdia.