Última hora

Em leitura:

Birmânia: Hague exige mais reformas durante visita histórica


Myanmar

Birmânia: Hague exige mais reformas durante visita histórica

O baile da diplomacia internacional prossegue na Birmânia para apoiar o processo de transição política, mas sobretudo para exigir mais reformas democráticas.

William Hague deslocou-se hoje ao país naquela que é a primeira visita de um responsável diplomático britânico nos últimos 57 anos.

Sem evocar o levantamento das sanções internacionais à Birmânia, Hague recordou que a libertação imediata de todos os prisioneiros políticos é uma etapa essencial no restabelecimento das relações com a comunidade internacional.

O novo governo que sucedeu à Junta Militar, em Março, procedeu já à libertação de centenas de prisioneiros, em Outubro e no início do mês, mas apenas uma minoria pertencia ao grupo de mais de 1500 pessoas detidas por razões políticas.

Londres espera agora gestos decisivos do novo executivo, formado na sua maioria por ex-militares, como a convocação de eleições e o acesso de equipas humanitárias a zonas de conflito.

Um pacote de reformas exigido também por Washington, durante a visita de Hillary Clinton no início de Dezembro.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Estreia europeia de "A Dama de Ferro"