Última hora

Última hora

Egito: Acusação pede pena de morte para Mubarak

Em leitura:

Egito: Acusação pede pena de morte para Mubarak

Tamanho do texto Aa Aa

Hosni Mubarak arrisca a pena de morte por enforcamento. A acusação pediu esta quinta-feira a pena capital para o ex-ditador que governou o Egito durante três décadas com mão-de-ferro. Mubarak pode ser condenado à pena máxima por ter autorizado o uso da violência contra o levantamento popular. O balanço oficial dá conta de 850 mortos. O julgamento começou em agosto e esta semana foi retomado depois de várias interrupções.

Para o chefe da equipa de procuradores, Mustafa Suleiman, mesmo se Mubarak não deu ordem para disparar, a polícia não o poderia ter feito sem a autorização do presidente. Além do antigo chefe de Estado, a acusação pediu também a pena capital para o antigo ministro do Interior, Habib el-Adly, e para mais seis responsáveis dos serviços de segurança.

Hosni Mubarak foi deposto a 11 de fevereiro de 2011 depois de 18 dias de protestos marcados por uma repressão sangrenta. O julgamento será retomado no dia 9 de janeiro. Apesar do pedido da acusação ter sido bem recebido por muitos egípcios, Mubarak, atualmente com 83 anos, deverá escapar à pena capital.