Última hora

Última hora

Israel: Ehud Olmert imputado em novo escândalo de corrupção

Em leitura:

Israel: Ehud Olmert imputado em novo escândalo de corrupção

Tamanho do texto Aa Aa

O ex-primeiro-ministro israelita Ehud Olmert está de novo a contas com a justiça, desta feita naquele que é considerado o maior escândalo de corrupção do país.

Olmert foi constituído arguido com outras 17 pessoas num processo que remonta à época em que era presidente da câmara de Jerusalém, entre 1993 e 2003.

Os 17 arguidos são acusados de terem recebido ou pago milhões de euros em “luvas” para aprovar a construção das torres Hollyland, um complexo de apartamentos de luxo em Jerusalém.

Desde março que a justiça investiga o escândalo que permitiu aos promotores do complexo obterem isenções fiscais e sucessivas licenças para poderem expandir a construção.

Olmert afirma-se inocente das acusações à semelhança do que declarara durante outros dois processos por corrupção que levaram à sua demissão do governo em 2008.