Última hora

Última hora

Observadores da Liga Árabe não interrompem missão

Em leitura:

Observadores da Liga Árabe não interrompem missão

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar das críticas sobre a missão na Síria, o grupo de uma centena de observadores da Liga Árabe não vai interromper os trabalhos.

A garantia foi dada pelo primeiro-ministro do Qatar, que é também presidente do grupo de trabalho para a Síria da Liga Árabe, durante uma reunião com o secretário-geral das Nações Unidas e na qual admitiu alguns erros dos observadores.

Ban Ki-Moon sugeriu por seu lado que os monitores sejam formados pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os direitos humanos.

O comité da liga árabe reúne-se no domingo para analisar as primeiras conclusões dos observadores, encarregados de examinar se o plano de paz aceite por Damasco está a ser implementado.

Mas o líder dos rebeldes sírios considera que a missão da Liga Árabe está condenada ao fracasso, pois continua a violenta repressão do regime do presidente Bashar al-Assad que em 10 meses fez 5 mil mortos, segundo a ONU.