Última hora

Última hora

Destaque das televisões europeias para a Crise de emprego na Europa

Em leitura:

Destaque das televisões europeias para a Crise de emprego na Europa

Tamanho do texto Aa Aa

A economia espanhola continua a destruir emprego. Pelo quinto mês sucessivo, o desemprego aumentou e 2011 terminou com um aumento de 7,8 em relação a 2010.

Muitos espanhois resolveram tentar a sorte na terra dos avós na América Latina, como mostra a TVE.

A RAI 3 destaca o caso de Itália, onde o ano começa mal para o emprego. Segundo três dos grandes sindicatos italianos, entre 30 mil a 40 mil postos de trabalho podem desaparecer em 2012. Já há mobilizações em marcha.

A France 3 foca a crise em zonas muito industriais da Normandia. Famílias inteiras temem o desemprego, como no caso de uma refinaria que trabalha sem saber se vai continuar a ter financiamento.

Na Alemanha, 2011 foi um ano record para o emprego. O índice de desemprego de 7,1%, é o mais baixo de há 20 anos. Mas, em contrapartida, os salários diminuiram 4% 2000 e 2010. A France 2 explica outros fatores do milagre alemão.