Última hora

Última hora

Versão palestiniana da Rua Sésamo suspensa

Em leitura:

Versão palestiniana da Rua Sésamo suspensa

Tamanho do texto Aa Aa

A versão palestiniana da Rua Sésamo foi suspensa por falta de financiamento.

Tudo porque no final do ano, o Congresso dos Estados Unidos, apenas, transferiu 40 dos 200 milhões de dólares para a Agência Norte-Americana para o Desenvolvimento Internacional.

A decisão surge na sequência do pedido de reconhecimento da Palestina como membro de pleno direito da ONU.

“Estas criaturas maravilhosas que cresceram com as crianças palestinianas tornaram as emissões televisivas menos pesadas e ensinaram valores como a tolerância, amizade e o respeito mútuo” afirma o produtor executivo da Rua Sésamo.

Os 2,5 milhões de dólares necessários para assegurar a continuidade do programa até 2014 caíram por terra. A consultora educacional da Rua Sésamo lamenta a decisão:

“As investigações ao longo dos anos mostraram que estes programas têm efeitos positivos nas crianças no que toca à compreensão e aprendizagem” refere Cairo Arafat.

Mas a falta de verbas não atinge apenas os mais pequenos. Vários projetos humanitários e instituições hospitalares estão a ser afetados pelos cortes superiores a 400 milhões de dólares(anuais).