Última hora

Última hora

Irão: sanções não travam enriquecimento de urânio

Em leitura:

Irão: sanções não travam enriquecimento de urânio

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe de Estado iraniano deu, hoje, início a uma viagem de cinco dias à América Latina. Mahmoud Ahmadinejad parte à procura de apoio junto de países como a Venezuela, Nicarágua, Cuba e Equador, a menos de três meses das eleições parlamentares.

A popularidade do presidente já conheceu melhores dias dentro e fora do Irão. E o programa nuclear promete dificultar ainda mais as relações com a comunidade internacional.

Indiferente às novas sanções, Teerão acaba de anunciar que a central de Fordow está prestes a avançar com a produção de urânio enriquecido.

Esta semana, os países da União Europeia chegaram a um acordo de princípio para proibir a importação de petróleo iraniano com o objetivo de pressionar os responsáveis a desistirem do programa nuclear.

A decisão final vai conhecida, ainda, este mês.

O Irão é o quarto maior produtor de petróleo do mundo e fornece cerca 450 mil barris por dia aos Estados membros da União Europeia.