Última hora

Última hora

Oligarca russo quer comprar património arqueológico da Itália

Em leitura:

Oligarca russo quer comprar património arqueológico da Itália

Tamanho do texto Aa Aa

O milionário Mikahil Prokorov mostrou-se interessado pelas ruínas do templo de Zeus declaradas património da Humanidade, o presidente da câmara de Agrigiento travou os apetites do magnata: “O vale dos templos não se encontra à venda. A questão é diferente se quiserem apoiar o monumento com contribuições privadas ou estatais para melhorar o local”

Prokorov avançou mesmo a soma de 40 mil milhões de euros para efectuar o negócio.

“É uma loucura completa, é como se quisessem comprar o Coliseu de Roma, ou o Vesúvio de Nápoles. É uma loucura.”

“É uma coisa incrível. A herança de um país não pode ser vendida a ninguém, deve ficar para as futuras gerações. Não podem vender, é impensável.”

A polémica está lançada, e mais do que isso a tentação do dinheiro, numa país que sofre cruelmente da sua falta. Poderão as autoridades italianas resistir a 40 mil milhões de euros?