Última hora

Última hora

Caucus de New Hamsphire vai ser

Em leitura:

Caucus de New Hamsphire vai ser

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de se impor no caucus de Iowa, por oito votos, Mitt Romney lança-se ao assalto de New Hampshire, Estado vizinho de Massachussets onde foi governador durante quatro anos.

Segundo todos os analistas, o mormon multimilionário tem grandes possibilidades de repetir a vitória, mesmo sem contar com o apoio das bases republicanas.

Mas esta segunda etapa na carreira para eleger o rival de Obama nas presidenciais, será decisiva para o resto da campanha.

Em New Hampshire as primárias são abertas e permitem a participação de eleitores não filiados em nenhum partido.

Aqui, ao contrário do Iowa, os independentes e moderados estão em maioria.

O académico Dean Spilotes, analisa a situação em termos de importância do Estado:

“- O Estado é pequeno, com uma população de cerca de um milhão de pessoas. É uma oportunidade única para os candidatos falarem com os cidadãos, em vez de se limitarem aos anúncios de campanha ou à coleta de fundos. Aqui há uma verdadeira tradição de encontro com os candidatos, de os desafiar em pessoa.”

Nesta área ninguém duvida que o melhor dos candidatos é o melhor orador.

Ron Paul, de 76 ans, fez comícios em todo o Estado, para defender uma verdadeira mudança.

As sondagens deram-lhe uma boa posição como segundo e está pronto para prosseguir noutros Estados.

Para Rick Santorum, o objectivo é manter a velocidade ganha no Iowa, mesmo se não é fácil.

Tem uma mensagem conservadora com grande conteúdo religioso, que não é o mais apropriado para chegar aos cidadãos deste Estado.

Se não conseguir bons resultados, ou um avanço importante em relação aos outros três candidatos, as aspirações presidenciais podem ter acabar mais cedo.

Seja quem for que fique com o segundo lugar, a posição será decidiva para o futuro:

A opinião de Michael Dennehy, estratega republicano:

“- Se alguém surpreende, se alguém consegue um sólido segundo lugar, passará o que passou Rick Santorum no Iowa: o candidato conseguirá um enorme impulso para a Carolina do Sul e outros Estados com primárias. Na realidade, em New Hampshire, o segundo lugar equivale à medalha de ouro.”

A batalha entre os candidatos republicanos, nomeadamente no jogo do “valem todos menos Romney” , diverte bastante os democratas. Romney continua com a sua imagem de elegível capaz de enfrentar Obama, no entanto os adversários não o poupam, em vez de dirigir os ataques contra Obama.

Nada garante que a estratégia seja melhor e se, ganhar o News Hampshire equivale a ganhar a Carolina do Sul.