Última hora

Última hora

Romney avança para a Carolina do Sul com confiança na investidura republicana

Em leitura:

Romney avança para a Carolina do Sul com confiança na investidura republicana

Tamanho do texto Aa Aa

Mitt Romney teve mais do que razões para celebrar em New Hampshire, com um resultado na ordem dos 39 por cento, mas os olhos já estão postos no próximo capítulo das primárias republicanas.

No dia 21, é a vez da Carolina do Sul acolher a votação de apuramento para o futuro adversário de Barack Obama, o homem de quem Romney fala nestes propósitos: “Recordamos quando Obama veio a New Hampshire, há quatro anos, prometer a união entre os americanos, uma mudança de sistema em Washington, melhorias em toda a nação. Foram dias de promessas grandiosas: hoje temos a desilusão do percurso de um presidente falhado.”

Se o impulso do Iowa e New Hampshire se confirmar na Carolina do Sul, é quase certa a investidura de Romney como o candidato republicano às presidenciais americanas.

Nem o progressista Ron Paul, nem o homem a quem as sondagens auguravam um resultado surpreendente, Jon Huntsman, constituíram qualquer ameaça a Romney, ficando a uns distantes 23 e 17 por cento.

O ex-senador da Pensilvânia, Rick Santorum, partilhou aproxidamente o mesmo número de votos do que o antigo porta-voz da Câmara dos Representantes, Newt Gingrich, ambos com cerca de 9 por cento. Curiosamente, são estes dois nomes que, no próximo escrutínio, se afiguram mais perto de Mitt Romney, de acordo com as estimativas.

Romney é, portanto, o alvo a abater na corrida republicana. As campanhas de Gingrich e Santorum têm sido particularmente ativas nas críticas às ligações do antigo governador do Massachussets ao setor privado americano.

Artigos relacionados: Mitt Romney consolida posição nas primárias do News Hampshire
Gingrich: o eterno quarto candidato não abandona corrida republicana