Última hora

Última hora

Afeganistão: "Marines" envolvidos em vídeo serão responsabilizados

Em leitura:

Afeganistão: "Marines" envolvidos em vídeo serão responsabilizados

Tamanho do texto Aa Aa

A unidade a que pertencem os “marines” envolvidos num vídeo que circula na internet foi identificada. As imagens mostram quatro militares americanos do corpo de elite a urinarem sobre os cadáveres de três combatentes talibãs. A autenticidade do documento ainda não foi atestada mas o próprio Pentágono diz “não ter razões para não acreditar na sua veracidade.”

A secretária de Estado Hillary Clinton manifestou-se agastada com esta atitude e sublinhou que quem estiver ligado a esta situação ou tenha tido uma conduta semelhante será “responsabilizado pelos seus atos”.

A indignação atravessou os corredores do poder em Washington, mas é em Cabul que as consequências deste vídeo são mais temidas. Receia-se, sobretudo, que as imagens se tornem numa poderosa arma de propaganda e de recrutamento dos talibãs. No entanto, um porta-voz dos combatentes islâmicos afirmou que o vídeo não terá consequências nas discussões preliminares, atualmente em curso, para a abertura de negociações de paz.