Última hora

Última hora

EUA: Protestos contra Guantánamo

Em leitura:

EUA: Protestos contra Guantánamo

Tamanho do texto Aa Aa

Ativistas de várias organizações concentraram-se esta quarta-feira frente à Casa Branca para exigir o encerramento da prisão de Guantánamo, criada há dez anos pelos Estados Unidos.

Situada numa base naval dos EUA no sudeste de Cuba, recebeu os 20 primeiros prisioneiros no dia 11 de janeiro de 2002.

“Hoje como uma mãe que perdeu o filho naquele dia fatídico, exijo que Guantanamo Bay seja encerrada e a injustiça acabe”, disse uma mulher que perdeu o filho no 11 de setembro.

“Queremos enviar uma mensagem bem clara à Casa Branca, ao Supremo Tribunal e ao Capitólio, dizendo que Guantánamo infringe a lei internacional. É uma prisão ilegal e devia ser encerrada”, sublinhou uma manifestante.

Atualmente, 171 homens de um total que chegou aos 779, ainda se encontram aí detidos na maioria sem acusação ou julgamento. Entre eles estão 89 considerados “libertáveis”, mas o regresso ao seu país de origem está impedido devido a uma lei votada no Congresso.