Última hora

Última hora

Letões discordam sobre o uso da língua russa

Em leitura:

Letões discordam sobre o uso da língua russa

Tamanho do texto Aa Aa

O russo como segunda língua oficial na Letónia, os deputados do partido nacionalista começaram a recolher assinaturas para travar o referendo.
 
A proibição da consulta popular sobre o estatuto da língua pode resultar em manifestações, o aviso vem dos líderes da comunidade Língua Materna, que tinham iniciado em novembro o recolher de assinaturas a favor de reconhecimento da língua russa como a segunda língua oficial deste país.  
 
O líder da Aliança Nacional defende que a “Constituição letã e a independência da Letónia baseia-se no princípio da existência de uma língua, a língua do estado que este referendo é inconstitucional”.
 
Mais de 180 000 cidadãos da Letonia, que têm o direito de voto, apoiaram  no entanto a iniciativa,  número suficiente de assinaturas para exigir organizar um referendo.
 
O referendo terá lugar em 18 de fevereiro se o Tribunal Constitucional do país não resolver proibir a sua execução, como exigem os representantes dos dois partidos governamentais.