Última hora

Última hora

Polónia: Antigo ministro do Interior comunista condenado a 2 anos de prisão

Em leitura:

Polónia: Antigo ministro do Interior comunista condenado a 2 anos de prisão

Tamanho do texto Aa Aa

Dois anos de prisão com pena suspensa para o ministro do Interior da Polónia que impôs a lei marcial em 1981. O general Czeslaw Kiszczak, atualmente com 86 anos, foi considerado culpado de envolvimento numa organização criminosa para impor a lei marcial no país há três décadas. O tribunal inocentou o ex-secretário-geral do Partido Comunista polaco, Stanislaw Kania, que foi julgado no mesmo processo. O homem-forte da Polónia, naquela altura, o general Wjciech Jaruzelski, atualmente com 88 anos, foi considerado, no ano passado, demasiado fraco para ser julgado.

No dia 13 de dezembro de 1981 o general Jaruzelski declarou a lei marcial na Polónia para pôr fim à greve nos estaleiros de Gdansk que durava há 18 dias. A medida de exceção esteve em vigor um ano e meio. Nesse período foram mortas mais de cem pessoas.