Última hora

Última hora

Vídeo de marines não afeta discussões de paz para os talibãs

Em leitura:

Vídeo de marines não afeta discussões de paz para os talibãs

Tamanho do texto Aa Aa

Os talibãs condenaram o vídeo dos marines norte-americanos como um “ato bárbaro”.

Em Kandahar, bastião do grupo islamita, as imagens arriscam-se a aumentar o sentimento anti-americano, num momento em que Washington procede a uma retirada gradual do Afeganistão.

“É um ato contra o Islão e o papel da comunidade internacional. Queremos que a comissão dos direitos humanos investigue esta ação brutal e detenha os criminosos envolvidos neste incidente”.

“Os soldados que urinaram sobre os cadáveres de muçulmanos cometeram um crime e como criminosos terão de abandonar o nosso território. Não queremos soldados estrangeiros no nosso país, eles têm de partir”.

Apesar das críticas, os talibã afirmam que as imagens difundidas na internet não põem em causa as negociações de paz em curso.

Washington está disposto a iniciar discussões se o grupo armado renunciar à luta terrorista e apoiar a democracia no Afeganistão. Em troca, os talibãs exigem a libertação de pelo menos cinco prisioneiros detidos em Guantanamo.