Última hora

Última hora

Dois marines que aparecem em vídeo a urinar sobre cadáveres afegãos foram identificados

Em leitura:

Dois marines que aparecem em vídeo a urinar sobre cadáveres afegãos foram identificados

Tamanho do texto Aa Aa

Dois dos marines que aparecem num vídeo polémico a urinar sobre cadáveres afegãos foram identificados.

O Exército norte-americano abriu um inquérito e a chefe da diplomacia dos Estados Unidos disse que os envolvidos serão responsabilizados pelos seus atos.

Hillary Clinton mostrou-se “chocada com a história que envolve os Marines”, um corpo das forças armadas pelo qual diz ter “o maior respeito e admiração”, sublinhando que partilha “completamente a visão expressa pelo secretário da Defesa Leon Panetta, que condenou o comportamento deplorável refletido no vídeo” em questão.

O vídeo difundido em várias páginas web provocou, como seria de esperar, uma profunda ira no Afeganistão.

As imagens podem ter como efeito um recrudescimento do sentimento anti-americano, como explica um residente de Cabul, que frisa que “se este tipo de ações continuar, haverá um levantamento popular contra a presença norte-americana”.

Um oficial dos Marines afirmou que o vídeo será autêntico e que dois soldados já foram identificados. A força da NATO no Afeganistão disse que “aparentemente já não estão ao serviço” no país.