Última hora

Última hora

Morte de astrofísico envolta em mistério

Em leitura:

Morte de astrofísico envolta em mistério

Tamanho do texto Aa Aa

O conceituado astrofísico da Universidade inglesa de Oxford, Steven Rawlings, foi encontrado morto em casa de um colega, professor de Matemática, que é para já o principal suspeito da morte.
 
O corpo do cientista de 50 anos foi encontrado na noite de quarta-feira na casa do colega Devinder Sivia depois de um vizinho ter chamado a polícia.
 
Sivia foi detido na mesma noite e solto sob caução esta sexta-feira de manhã.
 
Um vizinho conta o que sabe: “Não estou 100% seguro, mas um ou dois vizinhos viram-no  à frente da porta de entrada a cambalear para a sala de estar”.
 
A polícia revelou poucos detalhes. A autópsia foi inconclusiva. O diretor do departamento de Astrofísica da Universidade de Oxford – cargo que Rawlings ocupou entre 2006 e 2010 – fala sobre o colega. “O Steven era uma figura central do nosso grupo. Uma personalidade calorosa, que tinha um estilo inclusivo, justo, alguém com quem podíamos contar”, disse Roger Davies.
 
A universidade encontra-se em estado de choque. Rawlings era um dos principais colaboradores do projeto internacional Square Kilometre Array que visa montar o maior radiotelescópio do mundo, cinquenta vezes mais sensível do que os atuais.