Última hora

Última hora

Intervenção militar da Liga Árabe na Síria ganha apoiantes

Em leitura:

Intervenção militar da Liga Árabe na Síria ganha apoiantes

Tamanho do texto Aa Aa

A Liga Árabe não deve descartar a hipótese de uma intervenção militar na Síria. Quem o diz é o ex secretário-geral da organização, num claro sinal de apoio à proposta feita pelo Emir do Qatar.

Já o secretário-geral da ONU apela ao bom senso de Bashr Al-Assad:

“Volto a pedir ao presidente sírio para que acabe com a violência. Para que pare de matar o próprio povo. A repressão é um caminho sem saída. Os ventos da mudança não vão deixar de soprar e a chama que se acendeu na Tunísia não vai esmorecer” afirma Ban Ki-moon.

A televisão síria dá, hoje, destaque a uma nova “amnistia geral” decretada por Bashar Al-Assad para todos aqueles, e passo a citar, “ que cometerem crimes desde março do ano passado.”

A revolta popular contra o regime começou há 10 meses, mas oficialmente nunca foi reconhecida.

Certo, é que as manifestações em prol da democracia tem sido reprimidas e segundo, dados da ONU, mais de 5000 pessoas terão sido mortas.