Última hora

Última hora

Paquistão: Primeiro-ministro acusado de ultraje à justiça

Em leitura:

Paquistão: Primeiro-ministro acusado de ultraje à justiça

Tamanho do texto Aa Aa

A crise política agrava-se no Paquistão. O primeiro-ministro Yousuf Raza Gilani foi acusado de ultraje à justiça e foi convocado para uma audiência, na quinta-feira, pelo Supremo Tribunal.

Há dois anos que o chefe do governo recusa obedecer ao Supremo Tribunal que ordenou a reabertura de vários processos de corrupção e de desvio de fundos contra o presidente Asif Ali Zardari. O primeiro-ministro justifica a recusa com a imunidade do chefe Estado.

Os casos que envolvem Ali Zardari, viúvo de Benazir Bhutto, remontam aos 80 e 90 quando Bhutto foi primeira-ministra e Zardari membro do governo.

Em 2007 o então presidente Pervez Musharraf estabeleceu um pacto de partilha do poder com Benazir Bhutto, com vista às eleições de 2008, e decretou uma amnistia para a antiga primeira-ministra e seus aliados. Bhuto foi assassinada em dezembro de 2007. Ali Zardari sucedeu-lhe na liderança do partido e alcançou a presidência. Há dois o Supremo Tribunal anulou o decreto de Musharraf.