Última hora

Última hora

Acidente do Costa Concordia com 11 mortos confirmados

Em leitura:

Acidente do Costa Concordia com 11 mortos confirmados

Tamanho do texto Aa Aa

A tragédia do Costa Condordia já custou onze vidas. Esta terça-feira foram recuperados mais cinco cadáveres do navio de cruzeiro adornado junto à ilha italiana de Giglio, no Mar Tirreno. Quatro dias depois do desastre, os socorristas continuam os esforços para tentar encontrar sobreviventes, ou no pior dos casos, para resgatar os corpos dos desaparecidos. Os números são contraditórios. Durante a manhã as autoridades falavam de 29 desaparecidos mas o jornal La Stampa afirmava que este número seria de 40.
 
As equipas de salvamento desencadearam durante o dia três explosões para abrir caminho no paquete. O objetivo é alcançar as zonas de reunião onde é maior a possibilidade de encontrar os desaparecidos. “Temos uma nova estratégia. Os socorristas querem inspecionar a última parte da área seca. Eles vão recorrer novamente ao sistema de chamada sonora para ver se ainda há sobreviventes” – explica Luciano Roncalli, comandante da equipa de resgate.
 
O comandante do Costa Concordia foi conduzido durante na manhã de terça-feira ao tribunal de Grosseto, onde foi interrogado durante três horas. Francesco Schettino negou ter abandonado o navio e disse ter salvo milhares de vidas. O procurador pediu ao juiz que confirmasse a prisão preventiva do comandante que pode vir a ser constituído arguido por homícidio múltiplo por imprudência, naufrágio e abandono do navio.
 
Outra das preocupações das autoridades neste momento é o risco de acidente ambiental. O Costa Concordia tem nos seus depósitos mais de 2.300 toneladas de fuelóleo mas por enquanto não se registou nenhuma fuga.