Última hora

Última hora

Novas células solares funcionam dentro de casa

Em leitura:

Novas células solares funcionam dentro de casa

Tamanho do texto Aa Aa

No futuro, a resposta às nossas necessidades energéticas pode estar contida num novo tipo de células fotovoltaicas. São as chamadas células solares sensibilizadas com corante.

“É uma célula solar que funciona tanto dentro como fora de casa. Não é apenas uma célula solar tradicional, funciona também com a luz do interior da casa”, explica Paul Rebhan, da G24i.

A empresa britânica G24i foi a primeira a comercializar as novas células solares.

“Nesta sala, os níveis de luz são geralmente de 300 lux é semelhante ao que se tem em casa ou no escritório. Nessas condições, podemos alimentar o teclado sem fios, o comando remoto e os estores elétricos”, explica o investigador Mark Spatt.

E acrescenta: “Em vez de funcionar como as células fotovoltaicas normais, o processo é semelhante à fotossíntese, imita a planta”.

Na prática, “a folha de metal é coberta com dióxido de titânio. Depois, tinge-se o dióxido de titânio com um corante, por fim adiciona-se um eletrólito e termina-se com um contraelétrodo transparente e condutor”, conta Mark Spatt.

As células solares com colorante foram inventadas por Michael Grätzel em 1980. O professor suíço trabalhou com a G24i num projeto apoiado pela União Europeia.

“O trabalho desenvolvido com o professor Grätzel e com o Imperial College, entre outros, permitiu-nos identificar os corantes com maior estabilidade para melhorar a robustez química do sistema, de forma a identificar contraelétrodos alternativos mais robustos e materiais mais baratos”, diz o investigador.

A empresa criou vários protótipos para demonstrar o potencial da nova tecnologia. A célula produz cerca de meio volt, o que não é suficiente para aparelhos de grandes dimensões, como a televisão, mas chega para alimentar vários objetos do quotidiano.