Última hora

Última hora

FMI quer mais 500 mil milhões de dólares para ajudar países em apuros

Em leitura:

FMI quer mais 500 mil milhões de dólares para ajudar países em apuros

FMI quer mais 500 mil milhões de dólares para ajudar países em apuros
Tamanho do texto Aa Aa

O Fundo Monetário Internacional anunciou está a equacionar aumentar em 600 mil milhões de dólares, cerca de 469 mil milhões de euros, os recursos destinados a conceder crédito aos países em apuros.

Os governos da Zona Euro acordaram, em dezembro, contribuir com 150 mil milhões de euros. Espera-se que restantes países da União Europeia contribuam com mais 50 mil milhões.

Amadeu Altafaj-Tardio, porta-voz do comissário dos Assuntos Económicos, afirma que a UE apoia

“fortemente, um aumento substancial, dos recursos do FMI. Primeiro, porque isso consistiria num sinal muito claro aos mercados, uma vez que aumentaria a capacidade do FMI para cumprir o seu sistema único de responsabilidades de apoio a todos os seus membros. Estou a referir-me a membros globais e não apenas europeus.”

De acordo com a Bloomberg o FMI pretende que os maiores contribuintes, para esta expansão de recursos sejam a China, Brasil, Rússia, Índia, Japão e os países exportadores de petróleo.

A instituição avança que o objetivo é aprovar o aumento no encontro dos G20, a 25 e 26 de fevereiro.