Última hora

Última hora

FMI quer mais 500 mil milhões de dólares para ajudar países em apuros

Em leitura:

FMI quer mais 500 mil milhões de dólares para ajudar países em apuros

Tamanho do texto Aa Aa

O Fundo Monetário Internacional anunciou está a equacionar aumentar em 600 mil milhões de dólares, cerca de 469 mil milhões de euros, os recursos destinados a conceder crédito aos países em apuros.

Os governos da Zona Euro acordaram, em dezembro, contribuir com 150 mil milhões de euros. Espera-se que restantes países da União Europeia contribuam com mais 50 mil milhões.

Amadeu Altafaj-Tardio, porta-voz do comissário dos Assuntos Económicos, afirma que a UE apoia

“fortemente, um aumento substancial, dos recursos do FMI. Primeiro, porque isso consistiria num sinal muito claro aos mercados, uma vez que aumentaria a capacidade do FMI para cumprir o seu sistema único de responsabilidades de apoio a todos os seus membros. Estou a referir-me a membros globais e não apenas europeus.”

De acordo com a Bloomberg o FMI pretende que os maiores contribuintes, para esta expansão de recursos sejam a China, Brasil, Rússia, Índia, Japão e os países exportadores de petróleo.

A instituição avança que o objetivo é aprovar o aumento no encontro dos G20, a 25 e 26 de fevereiro.