Última hora

Última hora

Indignação no aniversário da morte de Hrant Dink

Em leitura:

Indignação no aniversário da morte de Hrant Dink

Tamanho do texto Aa Aa

Um protesto em nome do jornalista arménio Hrant Dink assassinado há cinco anos e contra uma justiça que consideram ser insuficiente.

Pelo menos 20 mil pessoas marcharam nas ruas de Istambul.

O protesto acontece no 5 aniversário do assassinato e dois dias depois de um tribunal ter condenado um cúmplice a prisão perpétua e absolvido outros 16 arguidos.

“Primeiro que tudo o veredicto perturbou toda a gente. Depois disto, mesmo que a sentença seja rejeitada no recurso, não sei como as pessoas podem ficar satisfeitas depois de tanto tempo. Mas, em todo o caso, deve ser rejeitada”, diz um jornalista, colega da vítima.

“Vamos recorrer. Mais ainda, quando tivermos condições, vamos apelar ao Tribunal internacional dos direitos humanos”, refere a advogada de defesa.

O autor do crime foi condenado a 22 anos de prisão em julho.

Os manifestantes estão revoltados, pois consideram que foi um crime organizado por pessoas no interior das instituições, como a polícia.