Última hora

Última hora

Familiares de mortos e desaparecidos marcam uma semana do naufrágio do Costa Concordia

Em leitura:

Familiares de mortos e desaparecidos marcam uma semana do naufrágio do Costa Concordia

Tamanho do texto Aa Aa

Familiares de alguns dos passageiros desaparecidos do Costa Concordia visitaram esta sexta-feira o local da tragédia.

Uma semana depois de o cruzeiro ter naufragado, as esperanças de encontrar outros sobreviventes diminuíram consideravelmente.

Outros aproveitaram para homenagear as onze vítimas mortais já confirmadas, lançando flores junto ao local onde se encontra o navio.

A advogada da família de uma italiana de 30 anos que continua dada como desaparecida explica que “o corpo ainda não foi localizado, por isso mantém-se a esperança. Isso é humano e é mesmo um dever. Por vezes, em tragédias como esta, são encontrados sobreviventes muito tempo depois. Enquanto o barco não for passado a pente fino, não se podem tirar conclusões”.

Depois da cerimónia emotiva junto ao Costa Concordia, os familiares das vítimas participaram numa oração coletiva numa pequena igreja da ilha de Giglio.