Última hora

Última hora

França: candidato socialista com dinâmica de vitória nas presidenciais

Em leitura:

França: candidato socialista com dinâmica de vitória nas presidenciais

Tamanho do texto Aa Aa

A três meses da eleição presidencial em França, o candidato socialista, François Hollande, segue no topo das intenções de voto.

A última sondagem dá-lhe 30% na primeira volta, sete pontos acima dos atribuídos ao atual presidente.

Hollande realizou este domingo o primeiro grande comício da pré-campanha e levantou um pouco o véu sobre o seu programa:

“Introduzirei a não acumulação de mandatos, uma eleição proporcional para o parlamento, a paridade entre homens e mulhers no exercício de responsabilidades e o voto dos estrangeiros nas eleições locais, sem temer pela cidadania, pela coesão do país, sem receios, nem relutâncias, nem conservadorismos”, afirmou.

Hollande tem sido acusado de tardar em revelar o programa que preconiza para o país, mas o prazo das candidaturas termina a 20 de março e o seu maior adversário, Nicolas Sarkozy, ainda nem formalizou a candidatura ao segundo mandato.

Sarkozy surge em segundo lugar nas preferências dos eleitores, segundo as diversas sondagens e tem vindo a perder terreno.

Por enquanto, é dado como certo na segunda volta, mas há dois nomes ainda a ter conta nesta corrida: o do centrista François Bayrou, que surge com 13% das intenções de voto em dinâmica de progressão e também o da ider da direita populista, Marine le Pen, que poderá agregar muitos descontentes do “sarkozismo”.