Última hora

Última hora

Confrontos na Síria provocam dezenas de mortos

Em leitura:

Confrontos na Síria provocam dezenas de mortos

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de três dezenas de pessoas foram mortas, esta segunda-feira, na Síria.

Os confrontos entre as forças leais a Bashar al-Assad e opositores ao regime não dão sinais de abrandar.

A violência no país arrasta-se desde março e, de acordo, com a ONU já provocou mais de 5000 mortos.

A cidade de Homs, no centro do país está praticamente destruída. Os habitantes estão desesperados:

“Homs está mergulhada no caos. Há pessoas a morrer e a roubar. As lojas estão fechadas. Todos os dias raptam duas a quatro pessoas. É uma vergonha. Queremos que isto acabe, porque não é solução” afirma um homem.

O regime de Bashar al-Assad acusa grupos armados de estarem a semear o caos no país. Enquanto, a televisão publica divulga imagens de, alegadas, vítimas.

Certo é que as tentativas para travar a violência continuam sem surtir efeito.

Esta segunda-feira, Bashar al-Assad rejeitou a transferência de poder, proposta pela Liga Árabe, e a formação de um governo de unidade nacional.

O presidente sírio encara o plano da organização como um ataque à soberania nacional e fala, mesmo, em conspiração.