Última hora

Última hora

Teerão enfrenta ameaça de embargo petrolífero

Em leitura:

Teerão enfrenta ameaça de embargo petrolífero

Tamanho do texto Aa Aa

Em Bruxelas, os chefes de diplomacia da União Europeia deverão adotar, um duro pacote de sanções contra o regime iraniano, devido ao seu programa nuclear.

Objectivo: “secar” as fontes de financiamento de Teerão.

Face à recusa das autoridades iranianas em retomar as negociações sobre o dossiê nuclear, que a Agência Internacional de Energia Atómica suspeita ter fins militares, Bruxelas vai endurecer a lista de sanções já existente, visando agora o setor do petróleo e o banco central.

“Vamos discutir e concluir sanções adicionais, particularmente focadas no banco central e nas exportações de petróleo. A pressão visa sobretudo convencer o Irão de que os nossos pedidos são sérios e que deve sentar-se à mesa das negociações”, declarou Catherine Ashton.

A medida mais dura será um embargo ao petróleo do Irão, que entre janeiro e outubro do ano passado exportou cerca de 600 mil barris por dia para a UE, sobretudo para Itália, Espanha e Grécia.