Última hora

Última hora

UE: Embargo ao petróleo iraniano vai ser gradual

Em leitura:

UE: Embargo ao petróleo iraniano vai ser gradual

Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes europeus exigem que o Irão ponha fim ao programa nuclear.

Esta segunda-feira, os 27 aprovaram um novo pacote de sanções contra Teerão que visa o setor petrolífero e o banco central.

Depois de várias horas de negociações, a União Europeia decidiu avançar com um embargo gradual ao petróleo iraniano. Isto porque a medida afeta países como a Grécia e a Itália que têm, agora, até julho para encontrar alternativas.

A chefe da diplomacia da União Europeia, Catherine Ashton, afirma que as sanções aprovadas visam aumentar a pressão sobre o Irão para que volte à mesa das negociações.

Teerão ameaça fechar o Estreito de Ormuz, porta de entrada para o Golfo Pérsico, e promete suspender de imediato a venda de petróleo aos países europeus.

Entre janeiro e outubro de 2011, o Irão exportou cerca de 600 mil barris de petróleo por dia para a Europa.

A Rússia crítica a tomada de posição da UE e diz que o embargo é contraproducente.